"porque pra cada mão há uma luva, pra cada pingo um guarda-chuva...

porque para cada amor, há sempre um alguém nas medias certas... mesmo que seja gota por gota..."



sexta-feira, 6 de agosto de 2010

POR QUE EU SOU DO TAMANHO DO QUE EU PENSO, DO QUE AMO E SINTO...



E pra quem falar de amor?
E pra que?
Milhares de coisas povoam agora uma mente meio desacreditada de tudo que se pode referir a amar...
essa mistura de coisas de senssações, e a falta de norte e de caminhos pra um coração seguir...
e outras tantas dúvidas... em meio a algumas buscas e algumas desilusões...
e onde estão os amantes, aqueles que se mostram a toda maneira.. sem receios, sem medos sem pudores?
e fazem seu objeto amado se sentir desejado.. querido... abraçado... seu.. dele.. dela...
Não acredito na falta de amor das pessoas, não quero acreditar...
Não acredito no desapego pessoal, na banalidade sentimental... não posso acreditar...
e me recuso a entregar... o coração... a alguem que o jogue janela a fora... sem observar o conteúdo interno...
sem se importar...
Por que mesmo desacreditando... ainda assim...
ELE É DO TAMANHO DO QUE PENSO, DO QUE AMO E SINTO...

Nenhum comentário:

Postar um comentário