"porque pra cada mão há uma luva, pra cada pingo um guarda-chuva...

porque para cada amor, há sempre um alguém nas medias certas... mesmo que seja gota por gota..."



quarta-feira, 26 de maio de 2010

E O TEMPO NAO PÁRA...


" Meu Deus,
me dê cinco anos.
Me dê um pé de fedegoso com formiga preta,
me dê um Natal e sua véspera,
o ressonar das pessoas no quartinho.
Me dê a negrinha Fia pra eu brincar,
me dê uma noite pra eu dormir com minha mãe.
Me dê minha mãe, alegria sã e medo remediável,
me dá a mão, me cura de ser grande."

[Adélia Prado]

Quando a gente é criança, pode contar nos dedos quantas pessoas conheceu que já morreram. Um dia você cresce, e descobre que que os dedos já não são suficientes pra contar quantas vezes precisamos e ainda precisaremos lidar com a morte...
Me refiro a morte porque não consigo pensar em nada mais doloroso,
Hoje eu senti falta de tantas coisas minhas, coisas pequenas que fizeram parte do meu dia-a-dia, lembranças, olhares, abraços... Mas eu deveria saber que quando crescemos começamos a levar a vida nas costas, como se leva uma mochila – carregando, basicamente a vida – , não se deve apegar tanto aos momentos, as lembarnças, aos olhares ou abraços trocados, porque se o tempo não os leva, você acaba partindo e deixando-os para trás de qualquer jeito...
As vezes me pego pensando, no que eu tive e não tenho mais, e aí bate uma vontade incontrolável de reviver tudo, cada momento, mas já foi, passou… o tempo levou e não vai trazer de volta, e, no fundo, é bom que não traga, porque ele passa ligeiro, corre mais depressa que o ponteiro que marca os segundos e, por isso mesmo, é tolice viver preso ao passado que, como o próprio nome diz: passou...

[Roberta Simoni]

terça-feira, 25 de maio de 2010

E O QUE TE FAZ FELIZ?


Certa vez ouvi dizer, que a felicidade está nos detalhes...
Sábio aquele que falou... e deveras feliz, pois deve ter usado a voz da expêriencia...
A vida, a felicidade... pode sim estar em pequenos prazeres... facilmente me encontro nesses detalhes...


*Uma ligação inesperada
*Cobertor em dia de chuva
*A lazanha de panqueca de tia Ká...
*Palavras trocadas com alguém de longe
*Chocolate amargo
*Um bom vinho
*O abraço aperdo do Pedro (sobrinho lindo)
*Ouvir a mesma música mil vezes e pedir bis
*Sentir o cheiro de alguem distante
*Ganhar bom dia de um estranho
*Um torpedo que diz TE ADORO
*Raspar a panela do brigadeiro
*A calma do entardecer
*Almoçar olhando o mar
*Acordar tarde no domingo
*Ver filme à dois
*O cheiro do meu travesseiro
*Comer pipoca andando na rua
*Casquinha de caraguejo
*Tentar pegar onda, mesmo sendo um fracasso como surfista rsrsrs
*Ouvir Jason Mraz e KT Tunstall
*Ver fotos da minha mãe
*Dormir com cheirinho de Victoria Secret's
*Copão de café com leite com chantilly e canela
*Olhar o blog de tia Lica e ter uma homenagem postada...
http://www.caminhosdoturismopeloturismologo.blogspot.com/2010/05/pamela-nos-caminhos-do-turismo.html




sexta-feira, 21 de maio de 2010

MESMO QUE EU PODESSE ESCOLHER...

"É verdade, existem cinco bilhões de pessoas nesse planeta. Mas a gente acaba se apaixonando por uma pessoa determinada e não quer trocá-la por nenhuma outra."
[Jostein Gaarder - O Dia do Coringa]


 E se tivesse o livre arbitrio dos sentimentos, e mesmo que controlasse esse coração...
Sim...
Ainda assim eu escolheria você...
[Pâm Maia]

segunda-feira, 17 de maio de 2010

MAS É SIMPLES O MEU QUERER...


Eu quero o claro das luzes do dia, pintar casca de uma joaninha...
Sentir no corpo o toque da brisa...
Apanhar estrelas maduras,
Sentir a chuva lavando a alma...
Ter numa mão gramas de doçura e na outra um punhado de sol...
Dançar, sorrir e cantar...
Pegar meu pote de ouro, lá no fim do arco-iris...
Caminhar com o pé no hão..
Comer chocolate sem culpa...
Achar ninhos de alegria...
Fazer bolhas de sabão...
Catar conchinhas no mar...
Ter fé...
Pegar na mão e dizer me leva,
Comer maça direto do pé...
Sorir, só por sorrir...
Saber, sem perceber... entregar, repartir, doar...
Querer... ter..
Amar só por amar...

...desinteressadamente...